Editorial

Comunicar, comunicar, comunicar. Desconstruir a mensagem até que seja acessível a toda a gente. Não podemos ignorar que Comunicar é o grande instrumento da transparência, da simplificação, da participação, da inovação, do sucesso da Administração Pública. Falar uma linguagem universal, usar um vocabulário acessível para que ninguém se sinta marginalizado em relação a qualquer tema que seja importante para a concretização da atividade relativa aos direitos e deveres do cidadão enquanto membro ativo de uma comunidade.

 

Como podemos ambicionar ter a atenção do cidadão, pedir a sua colaboração para identificar as melhores práticas, testar processos inovadores ou, simplesmente, motivar a sua presença nos momentos cruciais da sua relação com a Administração Pública?

 

Na Agência para a Modernização Administrativa valorizamos sobremaneira o uso das TIC e todos os benefícios que podemos retirar do seu uso adequado e inteligente. Mas, a cada momento, precisamos de recentrar a nossa atenção nas pessoas e nos seus eventos de vida. Para a vida da Agência é fundamental a aposta na qualidade dos serviços prestados. Essa aposta começa na comunicação interna, na partilha de informação, no conhecimento das potencialidades e dos pontos fracos, trabalhando consciências e motivações para a superação de cada meta. 

 

O objetivo da nossa comunicação não tem propósitos consumistas. Não promovemos a venda de produtos nem pretendemos obter lucro. Antes pelo contrário, multiplicamos recursos com o empenho daqueles que dedicam a sua atividade profissional para humanizar o atendimento, simplificar processos morosos, chegar a todo o lado e criar um relacionamento com a Administração Pública baseado na confiança, na segurança e na satisfação. 

 

Queremos trabalhar em sintonia com todos os parceiros que sentem vontade de prosseguir este caminho de modernização. Queremos, cada vez mais, descodificar a linguagem de cada entidade pública e tornar a comunicação universal, centrada nas pessoas e na simplificação do seu dia a dia.

 

São estes e outros temas que tratamos nesta edição, dando destaque ao que de bom tem sido feito, a eventuais melhorias que decerto têm de ocorrer e destacando a opinião dos que, no setor público e também privado, valorizam a riqueza de uma comunicação eficaz e sabem abordar esta temática com a lucidez que nos incentiva a procurar chegar sempre mais longe.

Fotografia Fátima Madureira, Presidente AMA

Fátima Madureira

Editora

Presidente

Fátima Madureira

Presidente

Fotografia Fátima Madureira, Presidente AMA

Comunicar, comunicar, comunicar. Desconstruir a mensagem até que seja acessível a toda a gente. Não podemos ignorar que Comunicar é o grande instrumento da transparência, da simplificação, da participação, da inovação, do sucesso da Administração Pública. Falar uma linguagem universal, usar um vocabulário acessível para que ninguém se sinta marginalizado em relação a qualquer tema que seja importante para a concretização da atividade relativa aos direitos e deveres do cidadão enquanto membro ativo de uma comunidade.

 

Como podemos ambicionar ter a atenção do cidadão, pedir a sua colaboração para identificar as melhores práticas, testar processos inovadores ou, simplesmente, motivar a sua presença nos momentos cruciais da sua relação com a Administração Pública?

 

Na Agência para a Modernização Administrativa valorizamos sobremaneira o uso das TIC e todos os benefícios que podemos retirar do seu uso adequado e inteligente. Mas, a cada momento, precisamos de recentrar a nossa atenção nas pessoas e nos seus eventos de vida. Para a vida da Agência é fundamental a aposta na qualidade dos serviços prestados. Essa aposta começa na comunicação interna, na partilha de informação, no conhecimento das potencialidades e dos pontos fracos, trabalhando consciências e motivações para a superação de cada meta. 

 

O objetivo da nossa comunicação não tem propósitos consumistas. Não promovemos a venda de produtos nem pretendemos obter lucro. Antes pelo contrário, multiplicamos recursos com o empenho daqueles que dedicam a sua atividade profissional para humanizar o atendimento, simplificar processos morosos, chegar a todo o lado e criar um relacionamento com a Administração Pública baseado na confiança, na segurança e na satisfação. 

 

Queremos trabalhar em sintonia com todos os parceiros que sentem vontade de prosseguir este caminho de modernização. Queremos, cada vez mais, descodificar a linguagem de cada entidade pública e tornar a comunicação universal, centrada nas pessoas e na simplificação do seu dia a dia.

 

São estes e outros temas que tratamos nesta edição, dando destaque ao que de bom tem sido feito, a eventuais melhorias que decerto têm de ocorrer e destacando a opinião dos que, no setor público e também privado, valorizam a riqueza de uma comunicação eficaz e sabem abordar esta temática com a lucidez que nos incentiva a procurar chegar sempre mais longe.